Madeiramento

Madeira aparelhada: Quando você vai comprar madeiras para telhado é comum o pessoal perguntar se você quer a madeira aparelhada ou não, mas o que significa exatamente isto? A madeira aparelhada recebe tratamento especial para deixá-la mais lisa e retirar as imperfeições da própria madeira. É comum aparelhar madeiras quando essas ficarão aparentes ou também quando irão receber pintura ou verniz, pois depois de aparelhada elas ficarão com uma superfície mais plana e lisa facilitando assim a aplicação do verniz ou pintura e deixando a madeira mais bonita no caso de ficar aparente.

Madeira bruta: A madeira não aparelhada é aquela que é vendido de forma bruta depois de serrada, pode ter pequenas imperfeições e não ser necessariamente lisa. Geralmente ela é usada na parte do telhado que não ficará aparente, nesse caso não há necessidade de envernizar e, portanto não há necessidade de aparelhar.

Madeira de Piquiá: Madeira típica da região amazônica. Tem cor pardo-clara. Possui algumas características como o cerne esbranquiçado, levemente rosado, passando geralmente a amarelado-claro ou também pardo-claro-amarelado; cheiro e gosto imperceptíveis; densidade alta; grã revessa; textura grossa. Geralmente utilizada na construção civil como pesada externa: em dormentes ferroviários, cruzetas, postes, defensas e mourões. E como pesada interna: em vigas e caibros.

Madeira de Guajará: Madeira castanho-amarelada proveniente da região amazônica. Pode ser usada tanto em estruturas internas quanto externas. Alta durabilidade natural. Em observações práticas, é considerada muito resistente ao apodrecimento.Apresenta baixa permeabilidade às soluções preservativas quando submetida à impregnação sob pressão. A madeira de Guajará é considerada de trabalhabilidade média a difícil em todas as operações com máquinas.

Madeira de Eucalipto: Árvore de origem australiana, de rápido crescimento, que tem mais de 400 espécies e se adapta a diversos tipos de solo e clima. Sua cor original é o castanho-amarelado. O eucalipto é uma árvore como outra qualquer criada pela natureza. Existem mais de 600 espécies pertencentes ao gênero Eucalyptus, originárias, sobretudo da Austrália e da Indonésia. A utilização do eucalipto ajuda a diminuir a devastação das florestas nativas.

Madeira de Pinus: Madeira de reflorestamento. Tem cor amarelo-clara e é usada em acabamento ou fôrmas.  No Brasil o principal uso se faz como fonte de matéria-prima para as indústrias de madeira serrada (tabuas) e laminada, chapas, resina, celulose e papel.

Madeira de Cumaru: Madeira de cor castanho-clara, proveniente da região amazônica, usada como acabamento. Também encontrada no tom amarelo-escuro. Madeira muito pesada, dura ao corte, alburno diferenciado do cerne, estreito de 2 a 3 cm de largura, cerne de cor castanho-claro-amarelado, textura fina a média,grã revessa, superfície de pouco brilho e lisa ao tato, aspecto fibroso, atenuado, cheiro e gosto imperceptíveis.A madeira de cumaru, por ser pesada e de propriedades físicas-mecânicas altas a médias, pode ser usada em construção civil, como vigas, caibros, ripas, marcos de portas, tacos e tábuas para assoalhos, deck´s, lambris e forro, estacas, esteios, postes, cruzetas, dormentes, carrocerias, construção naval, móveis, etc.

Responsabilidade Social

QUALIDADE DE VIDA e PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE
são metas cumpridas na Incomapre Madeiras e Telhas.
Leia mais
Incomapre 2019 - Todos os direitos reservados